sábado, 31 de dezembro de 2011

Elo Mais Fraco

O Pedro Granger a apresentar o Elo Mais Fraco só me faz lembrar o videoclip do Carlos Paião.

Em Playback turururururu. Que falta de jeito, senhor!!


sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Onde está a internet?

Fui jantar com uns amigos, estava tudo muito animado quando uma amiga minha se vira para o irmão e diz:

- Olha lá onde é que meteste a Internet?

(Silêncio da mesa)

Ele: Oh, deixei a Internet na tua mesa-de-cabeceira, tal como tinhas dito.

Ela: É bom que sim! Não vai ser como no outro dia, tive como louca à procura da Internet e não a encontrava em sitio nenhum.


Quando parei de rir, descobri que a palavra "Internet" se referia apenas a uma pen de banda larga

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Sobre a passagem de ano

Não gosto da passagem de ano, nunca é comemorada como idealizei.
Não gosto de resoluções de ano novo, porque nunca as cumpro (Também já deixei de as fazer)
Não gosto de ouvir até meados de Janeiro "Bom Ano"
Não gosto do mês de Janeiro.

Regresso ao Passado


Hoje fui com a minha querida mãe tratar de umas coisas. Ora, qual não é a minha surpresa quando saio do carro e a senhora dona minha mãe dá-me a mão para atravessar a rua. 

Só a meio da rua é que se apercebeu que talvez não fizesse muito sentido estar de mão dada com a filha de 26 anos para atravessar a rua.

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Pós Natal

Se há coisa que me começa a irritar é a conversa da merda que começa a ocorrer depois do Natal.

"Ah e tal, o pior dessas festas é a volta que dá aos meus intestinos"

"Ah e tal, não cago há 3 dias"

"Ah e tal, estou uma diarreia terrível"

Porque raio é que passa pela cabeça da minha família e amigos que estou minimamente interessada no transito intestinal deles? Mas que merda!

Minha gente, eu não quero saber!

E assim encerra os posts sobre a quadra natalícia neste blog

domingo, 25 de dezembro de 2011

Porque raio é que tenho sempre que me lembrar de um título?

Eu queria escrever, mas acho que não me é possível.

Eu já não ando, eu rebolo.

Eu comi demais hoje, vendo bem eu comi demais ontem também.

Eu posso ter bebido licores a mais.

Já vos falei da tradição do menino mija? Resumo de 3 telefonemas hoje:

- Olha, o menino mija cá em casa a partir das 21:00.

Tradução:
- Aparece cá em casa, depois das 21:00 para beber licores.

Pronto, agora vou rebolar até mais um casa para o menino mija.

Já vos disse que comi demais?

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Intemporal


Continuo a rir, feita parva, a ver o Tom & Jerry.
Já não se fazem desenhados animados assim.

Ahhhh e tal

Finalmente, entrei de férias!!
Se amanha acordar antes do 12:00 vou ficar bastante desiludida comigo.

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Volta de 360º

Post do Facebook:

Conhecida: Em 14 meses a minha vida deu uma reviravolta de 360 graus.
Eu: Deve saber bem voltar ao mesmo sitio
Conhecida: Não percebeste. A minha vida deu uma reviravolta completa, não voltei ao mesmo sitio.
Eu: Deu uma volta de 180º portanto.
Conhecida: Não, foi mesmo uma grande reviravolta acredita. Foi mesmo de 360º
Eu: Desisto!

O Amor

Nunca percebemos bem as regras.

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Coisas que fazem invejar as homossexuais

Numa casa de gajas:

- A tampa da sanita não passa a vida levantada;
- A sanita não passa a vida mijada;

E não me digam que devia olhar para lá antes de me sentar, sim?

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Quem não percebe inventa

Liga-me a P. (eu estava ligeiramente atrasada, como sempre)

- Onde é que estás? Já devias ter chegado.
- Calma pá! Estou quase aí.
- Mas tu tens que chegar sempre atrasada?
- Pára de me pressionar.
- Ahhh já estás a estacionar, ainda bem. E eu aqui a pensar que ainda não tinhas saído de casa.

Efectivamente ainda estava em casa, mas não achei necessário explicar essa parte.

domingo, 18 de dezembro de 2011

Recordações de Natal



Eu, como criança atenciosa que era, para além de deixar bolachas e um copinho de leite  para o Pai Natal na véspera de Natal, ainda deixava cenouras para as renas se alimentaram. Hoje, questiono-me o que raio é que comem as renas, e porque é que deixar cenouras para elas fazia sentido na minha cabeça.

Hoje, senhora minha mãe, esteve a rir da minha cara enquanto explicava que bebia o leite e comia as bolachas antes de sairmos para jantar em casa da minha avó. Houve um dia que até deu uma dentada na cenoura e deixou lá o resto para fingir que a rena estava com pressa e não comeu tudo.

Fui bem enganada!

sábado, 17 de dezembro de 2011

Actos falhados?

Estava a chegar ao carro dele e ia atirar o cigarro que tinha mão quando ele diz:

- Não precisas de apagar o cigarro, podes fumar na minha cama.
- Oi?
- No meu carro, podes fumar no meu carro!!!

São confusões fodidas tramadas.

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Pernas para te quero

Eu até nem sou uma mulher que gosta de correr, não gosto pronto. Acho que consigo chegar a todo o lado a andar, e chego mais calma e certamente mais cheirosa.

Agora mostrem-me um carro com o belo do CD pendurado no retrovisor e brummmmm lá vou eu.  Se a pessoa tem por hábito pendurar coisas ridículas e sem qualquer utilidade, tanto quanto sei até me pode pendurar a mim na porra do espelho.

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Não me venham com porras


Acho cá uma graça aos conselhos amorosos que se encontram por aí. O meu preferido:

"Levanta-te uns 10 minutos antes dele, vai te maquilhar, lavar os dentes e pentear e volta a deitar-te devagarinho ao pé dele. Quando ele acordar finge que estás a dormir, e assim ele quando olhar, sem desconfiar que já te arranjaste, já estás bonita "

 Ora muitos parabéns gaja! Acabaste de acordar ao lado de um atrasado mental (não te preocupes porque numa ou outra fase da vida, acontece a todas). Um gajo que acorda ao lado de alguém panteada, maquilhada e com hálito fresco e não dá por nada, é claramente um bom partido.

De resto, vejo aqui uma relação perfeitamente saudável. É dado adquirido que um grande número de relações falhadas se devem a cabelos por pentear e a falta de eyeliner.

Ahh e tal também escrevo sobre sapatos

Porra que ainda tenho os pés azuis dos sapatos de alta qualidade que usei na segunda-
feira!

E sim, já tomei banho 

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Chegou o Carteiro!

Chegou!! O meu postal Chegou! E posso vos dizer que eu voto já nele para o prémio de originalidade. A menina não só se deu ao trabalho de ler o meu blogue, como personalizou a encomenda e enviou-me um pacote de pastilhas e tudo. Porquê? "Esqueces telemóvel... tabaco... mas isto nunca".

E o meu postal, para além de ter o meu querido Garfield e a sua revolta com manhãs, chegou depois do almoço tal como ela diz que pediu ao carteiro (o meu meu feitio matinal anda a espalhar o terror)

Se podia ter recebido um postal mais perfeito? NÃO!!! Eu ADOREI.

Um obrigadaaaaaaaaaaaaaaaaa gigante à Porque um dia me perdi



E um grande obrigada à Pólo Norte, por ter organizado tudo isso :)

domingo, 11 de dezembro de 2011

Da Ida aos correios 2

Achei por bem informar a minha mãe que podia ser alertada da minha alegada insanidade mental. Convém salientar que a minha mãe nada sabe de blogues, muito menos que tenho um.

- Mãe, fui aos correios e fui atendida pela D. X, ela cuscou as minhas cartas e acho que decidiu que estava mentalmente alterada e um bocadinho a puxar para o louca.

Nesta altura, o normal seria a minha rica mãe fazer uma série de perguntas, para tentar perceber porque é que a senhora achava que estava louca, certo?

Resposta da mãe:

- Quem diz a verdade não merece castigo. Nunca foste muito equilibrada.

sábado, 10 de dezembro de 2011

Da ida aos correios

Ora fui eu toda prendada ontem aos correios enviar os postais para o Polar Postcrossing. Para minha sorte, a senhora que me atendeu é uma conhecida da minha mãe, chatinha como tudo. Claro que tive que levar com as perguntas do costume: Então está tudo bem lá em casa blá blá o que andas a fazer com a tua vida? blá blá Já fizeste as compras de Natal blá blá. Como eu nunca fui conhecida pela minha paciência, disse à senhora que estava com pressa e que precisava de enviar aquelas duas cartas, uma delas endereçada à Pólo Norte.

Cusca e esperta que só ela, olha para o destinatário e diz: "Pólo Norte?? Que se passa contigo? Vais enviar uma carta para o pai natal?" Eu já a puxar para o irritada respondi que a carta não ia para o Pólo Norte, estava apenas endereçada à Pólo Norte. Resposta:

- Está tudo bem contigo? Se precisas de alguém estamos todas cá para ti. Saio daqui a bocadinho, queres ir falar um bocadinho? Esta altura é complicada para todos nós.

A minha vida não é fácil!

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Rica Mãe!

Os extremos presentes na minha vida são deveras hilariantes. Ora, a matrícula do meu caro tem um 'P'. As minhas queridas amigas dizem que é fácil decorar porque é 'P' de Puta, Parva, Pindérica (sim, temos demonstrações estranhas de afecto).

A minha querida mãe, diz que nunca se esquece, porque é 'P' de Princesa.

Rica Mãe! É o que vos digo.

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Como calar uma pessoa


Ele:Para quem diz que não compra coisas na Quebramar
Eu: é raro comprar lá alguma coisa.
Ele: As tuas calças são de lá.
Eu: Olha lá, porque raio é que estás a olhar para o meu rabo?
Ele (já a ficar com tons vermelhos): Quem te disse que estava a olhar para o teu rabo?
Eu: Porque é o único sítio que diz a marca das minhas calças.

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Também quero ter aqui um momento musical


Pronto, já está.

A resposta

E o sacana do puto esteve a olhar para nós o tempo todo.
Como fiquei frustrada porque não o consegui encontrar, resolvi partilhar. Parabéns ao Bloguótico, o rapaz tem a vista apurada!

Favor clicar na imagem para finalmente encontrar a criança.

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Como atrofiar uma pessoa


Porra pá!
Tem mesmo uma criança na foto. Posso garantir que não a encontrei rapidamente.

domingo, 4 de dezembro de 2011

Contar Carneirinhos


Nunca consegui perceber a teoria de contar carneirinhos como forma de combater insónia. Lembro-me de dizer: Ahh e tal não consigo dormir, não tenho sono e responderem-me: Olha vai contar carneiros (Que hoje parece-me querer dizer: olha vai à merda que não tenho nada com isso)

Então eu, muito bem mandada, lá me deitava a imaginar carneiros a saltar uma vedação, e ia contando os malditos. Claro que, pouco tempo depois, já estava aborrecida com aquela brincadeira e o que é que fazia? Imaginava os carneiros a ir com o focinho contra a vedação, imaginava uma pata a prender na vedação e o carneiro a ir com o focinho no chão. Resultado? Em vez de adormecer, ficava a rir sozinha.

Mais tarde, depois de explicar à minha mãe, porque é que andava a rir às gargalhadas quando devia estar a dormir, fui proibida de contar carneiros.

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Paisagens que me enchem a alma #1

A ilha do Pico




(O pico da ilha do Pico, o ponto mais alto de Portugal)

Ahhh a beleza de

- Uma segunda-feira que é na realidade sexta;
- Do primeiro dia do meu terceiro contrato de trabalho;
- Da chuva ter parado;
- Do sol estar a dar um ar da sua graça;

Fui invadida por boa disposição matinal. Que coisa estranha!

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Frases que me aquecem a alma

Ora está uma mulher a ter uma conversa séria com uma amiga, quando esta se sai com a seguinte frase:

" Já me passaram 1001 cabeças pela coisa"

E depois ainda afina, porque está a falar a sério e eu estou às gargalhadas. Ninguém me compreende.

Adenda: Apesar de me ter rido bastante com certos comentários ao post, convém salientar que o que a rapariga queria dizer era: "Já me passaram 1001 coisas pela cabeça".

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Consequências do meu sarcasmo

Um dos meus melhores amigos tem uma namorada que eu não suporto. Eu já tentei, a sério que fiz mesmo um esforço, mas não gosto da rapariga. Pior que tudo é que a criatura não percebe isso.

Cumprimenta-me com Migaaa, logo aí tenho vontade de enfiar a cabeça dela contra a parede. O outro dia a conversa foi assim:

- Migaaaaa! Já não te vejo há dias. Como estás?
- Tens noção que quando me chamas migaaa, ainda por cima com essa voz estridente, fico com vontade de cortar os pulsos?
- Ahahah És hilariante Gasper. Agora cortar os teus pulsos, que disparate.
- Ninguém disse que ia cortar os meus pulsos, os teus mesmo aqui à mão.
- Ahaha Opá , estava mesmo com saudades tuas, tens tempo para um café?
- Até tenho, mas contigo não vou a lado nenhum a não ser que seja obrigada.
- Ahaha pronto então ligo-te amanha para combinarmos qualquer coisa.

WTF?


Ahhh, saudades do tempo em que me perguntavam: "O que queres ser quando fores grande" e parecia uma coisa longínqua...Quando for grande..

Lembro-me de querer ser:

- Professora;
- Bombeira;
- Polícia Sinaleira;
- Cabeleireira;
- Trabalhar em qualquer sitio que tivesse um caixa registadora.

Definitivamente não explorei todos essas vertentes e continuo sem ser grande.

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Oficinas

Já vos disse que adoro ir com o carro à oficina? Estou a entrar e já estou a ver o olhar de: "Olha uma pequena que não percebe um cu desta merda, vamos chulá-la". A realidade é que percebo tanto de carros como de lagares de azeite.

Depois acontecem coisas como:
- "Menina precisa de mudar os discos xixi, são 100 euros"
- O quê? Eu preciso mesmo de mudar isso?

Independentemente da resposta deles, eu nunca acredito. Portanto a solução que arranjei foi fugir de oficinas como o diabo da cruz.

Eu: Pai, a luz vermelha dos travões do meu carro acende cada vez que faço uma curva.
Ele: Então vai com ele à oficina.
Eu: Eu?!?
Ele: Podes perfeitamente ir lá deixar o carro.
Eu: Pronto, se ficar sem travões, pode ser que não me magoe.. Quer dizer, posso bater num carro ou numa parede não tem de ser forçosamente num autocarro ou num camião...

Mãe: Leva o carro da rapariga lá, amanhã!


Não sei se vai funcionar, mas valeu a tentativa.

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Cultura geral

Para mim, cultura geral é:

- Saber as leis de Newton
- Saber o que é a sequência de Fibonacci
- Saber o que é um número primo
- Saber a teoria da relatividade
- Saber que não faz sentido deixar a bateria de um equipamento descarregar completamente numa tentativa de não a "viciar"
- Saber que ser atingido por um relâmpago nada tem haver com o facto de estar a usar algo de metal
-  Saber que existem 10 tipos de pessoas no mundo, as que compreendem numeração binária e as outras
- Saber quem é o Roger Waters
- Saber quem foi a Janis Joplin
- Saber qual é a língua mais falada no mundo
- Saber quantos bits tem um byte
- Saber que a música "Behind blue eyes" não é dos Limb Bizkit
- Saber que a música "Up town girl" é do Billy Joel e não de uma boys band
- Saber que a música "I´m feeling good" foi cantada pela Nina Simone antes dos Muse a tornarem tão conhecida

Não sei quem escreveu uma série de livros que possivelmente deveria saber, não percebo muito arte, percebo pouco de cinema e não sei o nome de uma série de realizadores. Não dediquei todo o tempo que gostava a leitura de romances considerados importantes, ou ao estudo da arte e de cinema. Dediquei-me a tentar perceber o funcionamento de uma série de coisas de usamos no dia-a-dia. Se isso faz de me inculta? Penso que não. Se isso faz de mim mais culta do que quem percebe de literatura, cinema, artes, política ou outras coisas de tal? Penso que não.

90% dos meu amigos não partilham a minha cultura, têm a deles. E se querem que vos diga, não o queria doutra forma. Aprendemos uns com os outros, temos conversas diversificadas e animadas. Partilhamos culturas. Não nos julgamos por ter mais ou menos cultura, porque conseguimos perceber que é quase impossível medir a cultura geral de alguém.


Prometi a mim mesma que não ia falar da revista sábado, mas hoje tive uma discussão ridícula sobre o conceito de "cultura geral" e portanto aqui deixo a minha opinião.

domingo, 27 de novembro de 2011

Senhoras da Moda

Podem fazer o obséquio de me avisar quando a roupa amarrotada estiver na moda? Sim?

Adoro passar roupa a ferro... ADORO!

sábado, 26 de novembro de 2011

Eu já..

- Eu já parti o dedo do pé num encontro com a parede do meu quarto
- Eu já me mijei de rir (sim, literalmente)
- Eu já fui com a tromba contra um poste de luz
- Eu já vivi noutro país
- Eu já traí
- Eu já fui traida
- Eu já estive deitada no chão do Marquês de Pombal às 4 da manhã
- Eu já quis viver da música
- Eu já vivi noutro continente
- Eu já caí praticamente em todas as escadas por onde passei
- Eu já beijei um estranho
- Eu já fui expulsa de algumas salas de aulas
- Eu já fui a melhor aluna da minha turma
- Eu já apenas mais uma aluna da minha turma
- Eu já tive uma bebida minada, por algum tarado que espero que arda no inferno.
- Eu já tive alucinações e uma noite inteira que não me lembro (consequência do ponto anterior)
- Eu já fiquei com o carro parado, no meio da rua, por falta de gasolina (Culpa do paizinho que dizia: Agora é que entrou na reserva, isso ainda anda tantooooo)
- Eu já apanhei uma bebedeira
- Eu já fumei um charro
- Eu já fiz voluntariado num manicómio (e deixaram-me sair, por isso não estou assim tão mal)
- Eu já me despedi com medo que fosse para sempre, mais vezes do que queria
- Eu já interrompi um concerto, porque torpecei e quando caí levei a cena das letras do senhor comigo
- Eu já vivi dois meses sem gás (viva à vida de estudante)
- Eu já fui mijar num sitio muito escuro, onde mais tarde me apercebi que era de frente para uma linha de comboio (sim, o comboio passou enquanto mijava, só tive tempo de virar o cu)
- Eu já acho que chega, pelo menos por enquanto.

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Asneira do dia

Na sequência do post anterior, recebi alguns conselhos sobre o que escrever e o que fazer com o meu bloqueio. Concluí que, tenho leitores tão ou mais alucinados que eu e queridos que só eles. Ora, não é que a eu-sou-eu não só me deu um conselho como me fez um desenho (Favor Espreitar).

E como o pedido veio de uma forma tão original, aqui vai a minha asneira do dia:

Aqui a ranhosa está há quase duas semanas com falta de olfacto, portanto tenho tido lutas quase diárias com os meus perfumes. Acontece que, de manhã nunca me consigo lembrar se já me esguichei de perfume ou não e como agora não consigo cheirar nada, não chego a conclusão nenhuma. O outro dia, estava a tomar pequeno-almoço quando a minha mãe entra na cozinha e diz: "Credooooo, tomaste banho em perfume?" e aí tive a confirmação que meti perfume duas vezes. Portanto, para evitar situações desagradáveis de banho de perfume, tenho saído muita vez de casa sem perfume, porque não sei se já o meti ou não.

Hoje, recuperei um bocadinho do meu olfacto (weiiipiiiii). Estava eu a trabalhar, e veio um cheiro tão agradável do meu lenço, e eu snifei-o alegremente e pensei: "Que cheiro de bom, não sei qual é o perfume que estou a usar hoje, mas é mesmo bom".  Levei a manhã a cheirar o meu lenço e o meu perfume muito espectacular, sempre sem reconhecer bem o cheiro. Chego a casa à hora do almoço.

- Mãe, estou maravilhada com esse perfume, mas não sei qual deles é. Não cheira tão bem? Sabes qual é?

Mamã, cheirou-me o lenço e respondeu:

- Sei querida, é o amaciador da roupa.

Bloqueio

Hoje pensei fazer vários posts:

- Uma ode à vida
- Uma asneira
- Uma revolta ao destino que tantas vezes quero acreditar que não existe
- Uma divagação sobre Deus, que tantas vezes quero acreditar que existe
- Reclamar com o corte no subsídio de Natal
- Partilhar a minha asneira do dia
- A minha lista do "Eu já"
- Partilhar a minha pequena experiência com o mundo dos blogues

Como não me consegui decidir, partilho o dilema de hoje.

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Confusões Espaciais

Sabem aquelas pessoas que apesar de serem extremamente inteligentes, confundem a direita com a esquerda? Pois eu sou assim.

Só me apercebi da gravidade do meu problema quando estava a ter aulas de condução. Era o instrutor a dizer: "vire à esquerda" e eu bimbaaa direita, direita para dentro do parque de estacionamento do supermercado. "A menina vai às compravas?" perguntava ele.

Antes destes lindos episódios tive algumas pistas. Estranhamente, quando eu dava direcções a alguém, nunca chegavam ao sítio pretendido à primeira, mas na minha cabeça o problema era sempre deles e não meu.

Há uns tempos, ia eu a conduzir com o paspalho do L ao lado. :

L: vira aí à esquerda.

Eu toda concentrada penso: esquerda, mão que tenho o relógio e bimba viro à esquerda.

L: Porra, não era para aqui.
eu: Olha mas eu virei para onde mandaste.
L: Pois o problema é rigorosamente esse, estava à espera que te enganasses e virasses à direita.

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Mimos

Ora bem, a minha querida Ju, ofereceu-me um miminho (e antes do Natal weepiii)


Verdade seja dita, asneiras não faltam neste blog, agora fico mais descansada de saber que são estilosas. Pronto, diz ela que tenho que oferecer o selo a 5 blogs (e ohh para mim tão bem mandada).

Estudante Amarelo

Girls like boys with a brain 

Meia dose e pouco mais

Never forget never regret

Reflexoes totalmente tolas


Notas:
1) Pronto eu podia continuar a lista (porra gosto de tanto blog!)
2) Ofereci só a meninas para os machos não virem para aqui ahhh e tall porque é feminino.

Se a constipação não passar rápido


Vou começar a andar assim, não ganho para os lenços.

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Queridos Leitores


Fico preocupada com as dúvidas/problemas das pessoas que vêm aqui parar. Portanto vou tentar dar uma ajudinha, sim?

1) Gasper ou imagem de Gasper
Meus amigos o que vocês querem é, certamente, o Casper, o fantasminha brincalhão. Procurar imagem de Gasper não lembra a ninguém.

2) Mais vale arrependeres-te pelo que fizeste do que pelo que não fizeste.
Se estão a pesquisar isso é melhor pararem com o que estão a fazer porque já me cheira aqui a cocó.

3) Alberto João foguetes.
Pois aqui posso ajudar. Tenho várias ideias sobre onde colocar o foguete no Alberto João.

4) Fazer horta biológica 2011
Aqui, ensino como fazer um horta com pouco trabalho. Dada a época de crise, alugo os meus irmãos. Favor contactar.

Grata pela atenção.

Coisas que me fascinam #4

- Pessoas que não bebem café;
- Pessoas que bebem café com cheirinho às 7 da manhã (viva ao bagaço matinal);
- Pessoas que não lavam os dentes (nada mais agradável que dentes amarelos e mau hálito);
- Mulheres com bigode;
- Homens depilados. 

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Haja Alegria, Foguetes e luzes de natal

É bom saber para onde vai o meu subsídio de natal. É bom saber que ajudo a contribuir para que os madeirenses tenham luzes de natal e fogo-de-artificio no valor de 3 milhões. (notícia aqui)

Não quero que vos falte nada, sim?

Querido Alberto João, e um foguete pelo cu acima não queres?

Bom diaaaaaaa


A boa notícia é que os meus óculos já apareceram. Não sei como é que não me lembrei de procurar no cesto da roupa para lavar. Era um sitio tão óbvio.

(Para não me chamarem louca, não vou dizer que também já meti roupa no caixote do lixo em vez de ser no cesto)

domingo, 20 de novembro de 2011

Na minha terra #2

Para os recém chegados, aqui a Gasper é açoriana.

Na minha terra, sim só na minha porque os Açores são 9 ilhas, com 9 pronuncias e expressões diferentes. Ora, estava eu a dizer que na minha terra, os eclairs são chamados de fofas.


Portanto, conseguem imaginar a cara de um senhor numa pastelaria em Lisboa quando pedi:

- Um café e uma fofa se faz favor.

sábado, 19 de novembro de 2011

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Mau feitio? #1

E perguntam, porque é que conheces tanta gente e tens tão poucos amigos?  Culpo a urticaria, com certeza.

Eu: Olha perdi os meus óculos.
Ele: Que óculos? Os de ver?
Eu: Certamente que não são os de ficar cega.
Ele: Ahaha Oh, mas perdeste onde?

(E é aqui que fico cheia de urticaria)

- Se soubesse onde tinha perdido, sabia onde estavam!

Ome essa.

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

A mãe do Jorge

Ora há praí um ano recebi um telefonema de um número que não conhecia, atendo e ouço:

- Jorgeeeee?
- Não, deve ser engano.
- Jorgeeee?
- Não senhora. É engano.

Pronto, isso repetiu-se mais um ou duas vezes no espaço de 10 minutos. Terceiro telefonema, uns 5 minutos mais tarde:

- Jorgeeeeeee?
- Não senhora. Como já disse é engano.
- Aiiii não pense que me engana. Ligo todos os dias para o meu Jorge e sempre para este número. O que é que fez com o meu Jorge??
(Eu já a rir) - Oh senhora, deve ter enganado a marcar o número.
- Não me venha com desculpas. O QUE É QUE FEZ COM O MEU JORGE?

Levei 5 min. a convencer a senhora que não tinha raptado o seu Jorge. Desde então todos os dias, a mãe do Jorge liga para ele e quase todos os dias liga para mim primeiro.

Hoje, Liga-me a senhora (Já conheço o número):

- Jorgeeeeee
- Boa Tarde! Está boazinha?
- Oh minha querida, lá estou eu outra vez a fazer asneira. Está tudo bem, a cabeça é que já não é a mesma.. isso é da idade
- Oh senhora que disparate! Isso não é da idade que eu sou nova e faço cada uma! Olhe ainda o outro dia arrumei os iogurtes no armário e as bolachas no frigorífico.
- Ahaha Eu gosto tanto de falar contigo. Diz-me uma coisa, tu tens namorado? É que era  tão boa pequena para o meu Jorge!

E é assim que se arranja casamento.

Novo objectivo de vida

Transformar ranho em dinheiro.
Tenho excesso de um e falta do outro.

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Dos Exemplos

Gasper a explicar física ao irmão

- Pensa assim: Um barril de cerveja..

Mãe da Gasper (ao computador mas sempre a opinar): "Não achas que podias dar outro exemplo?"

- Ok. Pensa assim: Uma garrafa de Vodka

Mãe: Não tens mesmo remédio!

Ainda sou do tempo..

Em que o MacGyver era uma série muito espectacular!


Nunca mais olhei para um canivete suíço da mesma maneira.


Actualmente a série está a passar na RTP memória, o que já me entristece. Agora, a cara do meu irmão mais novo, quando digo: "Oh o MacGyver! Adorava essa série" é simplesmente desolador.


terça-feira, 15 de novembro de 2011

Reflexões

"Often I look at some people and think:
That Sperm actually won?" 
 
 O mau feitio pode ser algum efeito secundário de acordar as 5 da manhã.

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Ora bem

Andei anos a tentar perceber o que podia alterar o meu mau humor matinal. Hoje finalmente descobri!

Liguei ao meu querido colega M. (para o telemóvel do trabalho não o pessoal, atenção) 
E não é que ele tem uma música enquanto o telemóvel toca, e qual é qual é?

Ohhh


Como eu gosto de acordar cedo!

domingo, 13 de novembro de 2011

Sabem aquela sensação

Fantástica de tomar banho com a água muitoooo quente, quando está um frio de rachar lá fora?

Pois eu não! Ando a desafiar as leis das probabilidades porque a puta porra da garrafa de gás só acaba comigo no banho.

Para ajudar, normalmente é quando não está mais ninguém em casa, portanto só tenho duas alternativas:
1) Tomar o resto de banho de água fria;
2) Ir ao quintal mudar a garrafa e depois voltar para o banho.

Aguardo ansiosamente a subida da minha temperatura corporal.

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Contenção de custos

Perguntei ao meu irmão (de 20 anos) se tinha feito uma lista ao Pai Natal, o que me facilitava a vida porque ando sem imaginação para prendas. O menino com a  mania que é espertinho (não sei a quem é que ele sai) diz: Olha oferece-me um Ipod.

Encontrei o modelo certo para ele:

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Dear Mr. Blogger

E que tal voltares a colocar os blogues que sigo no painel? É que ainda tens a lata de me dizer que não sigo nenhum blogue. Ainda tens tens o desplante de me perguntar se quero adicionar algum.

Estou revoltada, e a nossa relação está a ficar deveras tremida, com esta tua atitude perfeitamente desagradável. Tenho dito!

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

E depois como é que posso ser normal?

Liga-me a minha tia a perguntar se lhe posso emprestar as muletas, porque torceu o pé. Eu, na minha santa ignorância, pergunto o que é que aconteceu.

Fui atropelada, diz ela.
Eu atiro 20 perguntas seguidas ao ar : Atropelada? Como? Por quem? Magoaste? Foste ao hospital?


- Estou bem. Fui atropelada pelo cabrão do meu carro. Estacionei em casa, esqueci-me do travão de mão, o carro começou a deslizar e eu, em pânico, tentei segura-lo. Como é óbvio, não tenho força para segurar o carro, caí, torci o pé e o carro bateu na parede. Quando te conseguires parar de rir, trazes-me as muletas?

Arrependimento

Quem diz:

" Mais vale arrependeres-te pelo que fizeste do que por aquilo que deixaste por fazer"

Não deve saber a sensação de fazer muita merda na vida.

terça-feira, 8 de novembro de 2011

You've got mail

Um dos meus blogues preferidos é, desde muito, o da Pólo Norte. Sempre gostei de pessoas bipolares e a rapariga é bipolar ao quadrado.

Então parece que está a organizar uma troca de postais de natal entre bloggers, mas postais verdadeiros, daqueles que vêm no correio, não aquelas porras que se recebem por email. Ide espreitar.

À hora de almoço

Pai pergunta:

- Vocês fazem alguma ideia da origem destes riscos vermelhos no armário (branco)? Não consigo perceber donde vêm.

Gasper (escondendo as suas unhas pintadas de vermelho com um verniz quase dos chineses)

- Não faço ideia.. que coisa de estranha!

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Adeus

E de repente ficou imóvel, como se tivesse sido invadida por toda a inércia existente no universo, por momentos ficou sem se lembrar como respirar. Sentiu o gelo a percorrer-lhe o corpo, e algo a abafar-lhe a voz. Já tinha dito o fatídico “temos que falar”, tinha de falar, tinha de explicar que às vezes o pouco dói mais que o nada. Tinha de cortar com o que o insuficiente que a sufocava, mas não queria.

Fumou um cigarro enquanto avaliava as suas possibilidades, sabia o que tinha a fazer, o que não sabia era como fazê-lo. Apercebeu-se que o frio que lhe invadia a alma era a antecipação do “nunca mais”, o sabor amargo do fim. Como é que podia saber se o pior era dizer sim ou não?

Levantou-se e disse adeus. Caminhou sem olhar para trás, com receio de perder a pouca força que ainda tinha para andar.

domingo, 6 de novembro de 2011

Envelhecer


- Não me preocupa a incontinência;
- Não me preocupam as rugas;
- Não me preocupam os cabelos brancos;
- Não me preocupa a falha de audição;

- Preocupa-me a falta de reforma;
- Preocupa-me não saber aceitar que estou a envelhecer.

Se há coisa que me causa confusão são senhoras de 50 anos a agir como se tivessem 20.

sábado, 5 de novembro de 2011

Na minha terra #1

Galochas são de sapatos de madeira e fazem parte do traje das senhoras do folclore.




Portanto quando dizem, todas contentes, que vão sair de galochas aviso desde já que vos imagino assim:

 

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Senilidade?

Ontem, fiz a loucura de sair do trabalho a horas. Tinha uma missão muito simples: ir à Vodafone buscar o meu telemóvel (que dizem já estar arranjado). Parece simples, certo?

Ora bem, cheguei com o carro à porta do parque de estacionamento (ou seja 2 min. depois de ter decidido ir à vodafone) e já não me lembrava o que é que tinha para fazer. Pensei, pensei e não me ocorria a razão de ter saído às pressas do trabalho.

De mim para mim, penso: Tabaco? deve ser tabaco. Ok então vou comprar tabaco. Hmm.. já agora compro o meu desodorizante que está a acabar.

5 min. depois entro no supermercado, o que é que vinha mesmo comprar? Vinha comprar 2 coisas, isso eu lembro-me. Pensei, pensei mais um bocadinho.. e nada. Ah, pastilhas elásticas, certamente vim comprar pastilhas elásticas.

Resumindo:
- Ainda não tenho o meu telemóvel;
- Tive que ir comprar tabaco hoje de manhã;
- Continuo a precisar de ir comprar comprar desodorizante.

Mas, TENHO PASTILHAS ELÁSTICAS, que é o mais importante.

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Positivismo

Coisas que me causam Urticaria #2

Aquelas perguntas extremamente pertinentes.



Quando estava a estudar em Lisboa e vinha a casa de férias tinha sempre um espertinho que me dizia:

- Oh tás cá?
- Oh filho não, é um holograma.

Ou então, encontrar um amigo quando estou na fila para comprar pipocas no cinema:

- Então o que é fazes aqui?
- Opá, vim só comprar arroz.

Posso, desde já adiantar, que estranhamente as respostas que costumo dar a este tipo de perguntas, não são bem recebidas.

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Acho perfeitamente normal

Ter chegado ao trabalho com pasta de dentes no cotovelo. Cada um lava os dentes como pode.

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Ilhas de Bruma

O Mim resolveu armar-se em detective e descobrir que sou dos Açores (mania que é espertinho, pá) e portanto deixo-vos aqui algumas fotos da minha fantástica e única terra.

Se quiserem mais é só pedir, sim?

Algumas fotos são minhas, outras são "roubadas".

Aulas de Informática

A minha avó, com toda a sua independência, inscreveu-se num curso de informática "para velhinhos", como ela diz. Ora, fui lá casa tomar um café e comer uns biscoitos (sim, porque os biscoitos em casa da avó sabem sempreeee melhor) e perguntei como estava a correr o curso de informática, ao que ela responde:

- Ai, eu já desisti do curso. Nem imaginas como são aquelas velhinhas! Não sabem nada, quinze dias depois ainda não tinham percebido como se abria uma página da Internet e eu estou farta de saber isso tudo. Para piorar, aquelas velhas são muito chatas!

Claro que me parti a rir, mas verdade seja dita a minha avó manda e-mails, fala comigo no msn e ainda no Facebook. A minha avó é muito espectacular, tenho dito!

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Histórias Compridas


Sabem aquelas pessoas que levam muito tempo a contar uma história? Aquelas que começam a contar o seu dia de quinta-feira, quando o querem contar só aconteceu na sexta à noite? Aqueles fofinhos que dizem "tipo ahh.. tipo.." 100 vezes a meio da história?

Pronto, aí eu ou deixo de ouvir (tenho a capacidade fantástica de continuar a olhar para a pessoa sem ouvir uma única palavra) ou começo a tentar adivinhar o que aconteceu.

Exemplo desta atitude possivelmente irritante:

-Olha não sabes o que me aconteceu ontem. Sai de casa logo de manhã, blá blá blá, errr e depois tipo fui tomar café..
Eu: E não tinhas dinheiro para pagar?
- Não é isso, eu estava lá a tomar café..
Eu: Entornaste o café por cima de ti?
- Não foi isso! Eu estava no café..
Eu: O homem do café peidou-se?
- Porra! Não! Encontrei o meu ex.
Eu: Já podias ter dito.

Weiiipiiiiiiiiiiiii

Pronto, eu nem sou uma pessoa de gatos, mas hoje abro uma excepção.
Finalmente chegamos à Sexta-Feira e a máquina de café já funciona (não preciso de muito para me deixar feliz).

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Factos da Vida #2


Dependemos sempre dos outros.

Esperança é

Continuar a sair de casa com os óculos de sol na mala.

E depois?

- Tenho sono;
- Meti um pé dentro de poça de água;
- Apanhei uma molha;
- O "touch" do meu telemóvel deixou de funcionar;
- Tive de retirar a bateria do telemóvel para desligar o despertador;
- A máquina de café da empresa está avariada;
- Tenho sono;

E depois? Depois, estou rabugenta porra.

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Facebook


Por muito que adore saber o que os meus "amigos" jantaram, e o filme que viram e o tamanho do cócó que expeliram, ando revoltada com o Facebook.

Primeiro foram convites de amizade de velhos rebarbados senhores com idade para ser meus pais e que não conheço de parte alguma. Depois, convites de miúdas meias nuas que não conheço que parte nenhuma (anyway..);

Agora, convites de colegas de trabalho, alguns que mal conheço. Ora para contornar a situação criei um grupo para o pessoal relacionado com trabalho, grupo este que não tem acesso a nada a não ser a minha foto de perfil. Hoje o meu querido colega M. (lembram-se do M?) disse-me:

- Olhe ontem estive no seu Facebook, penso que precisa de ajuda para mexer naquilo.
- Porquê?
- Oh nem tem o mural activo, mas eu posso ensiná-la a alterar isso. (tão espertinho que tu andas)
- Mural, que é isso?
- Oh não percebe mesmo nada daquilo, pois não Gasper?
- Pois parece que não.

Assunto encerrado.

Factos da Vida

Sou uma pessoa traumatizada. Penso que vou criar uma espécie de rubrica (porque parece moda) com os meus traumas.


Número 1 - Factos da Vida

Ora tinha eu 5 anos, quase a fazer os 6, e a minha mãe veio ter comigo e disse:
-Vais ter um irmão, querida.
Eu (aos saltinhos, muito feliz): Quando mãe?
- Daqui a uns meses, podes ir pensando em nomes.

2 min. mais tarde:

- Mãe, exactamente como é que vou ter um irmão?
- Está a crescer aqui dentro da minha barriga.
- Mãe, mas exactamente COMO é que ele foi para a tua barriga?
- Oh filha eu telefonei a pedir né? (e virou costas e foi-se embora)

O mais grave, é que na altura aquilo fez-me sentido. Queria um filho, ligou e pediu.
Enganaram-me, enganaram-me e bem!

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Anger Management


Perguntaram-me se havia queria propor alguma formação para o próximo ano, respondi prontamente que sim:

- Anger Management

Para não variar, toda a gente se riu e ninguém me levou a sério. (Começo a ficar chateada com esta atitude). Para mim, o que tem sido mais complicado no trabalho é dizer:

- "Pois compreendo, mas vamos analisar isto de outra perspectiva"  ou  "Não estou a dizer que está errado, estou apenas a defender que existem várias soluções para o mesmo problema e nós preferimos esta".

Quando o quero realmente dizer é:

- "Oh meu grandessíssimo anormal! Não tenho a culpa de teres um atraso mental e vomitares ideias ridículas"

Anger management, uma formação perto de si ...

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Gente Fina

Domingo à tarde, levei o meu afilhado de 5 anos ao cinema. Ele entra no meu Porsche e diz:

- O teu carro não tem ar condicionado?
Eu: Não, mas estás com calor?
Ele: Estou.
(abro a janela do lado dele)
Ele: Eiii fecha a janela.
Eu: Afinal não querias ar condicionado?
Ele: Isto não é ar condicionado. É VENTO!

Dois minutos mais tarde:
- Olha estás a ver aquele carro ali? É igual ao teu, mas tem as portas todas! (O meu é de 3 portas)
- Não gostas muito do meu carro, pois não?
- Eu acho que te enganaste a comprar o carro, não é muito bom. Mas olha eu gosto muito de ir contigo para os sítios. (valha-nos isso)

(Menino fino, ahm?)

Finalmente

Hackers a atacar servidores que devem ser atacados! Grupo Anonymous lançou um ataque a um site de pornografia infantil, desactivando-o. Divulgou, ainda, o nome de mais 1600 porcos utilizadores.

Só faltava cortar a pila aos ditos utilizadores, mas nada é perfeito.

Notícia aqui.

Hoje estou assim