domingo, 4 de dezembro de 2011

Contar Carneirinhos


Nunca consegui perceber a teoria de contar carneirinhos como forma de combater insónia. Lembro-me de dizer: Ahh e tal não consigo dormir, não tenho sono e responderem-me: Olha vai contar carneiros (Que hoje parece-me querer dizer: olha vai à merda que não tenho nada com isso)

Então eu, muito bem mandada, lá me deitava a imaginar carneiros a saltar uma vedação, e ia contando os malditos. Claro que, pouco tempo depois, já estava aborrecida com aquela brincadeira e o que é que fazia? Imaginava os carneiros a ir com o focinho contra a vedação, imaginava uma pata a prender na vedação e o carneiro a ir com o focinho no chão. Resultado? Em vez de adormecer, ficava a rir sozinha.

Mais tarde, depois de explicar à minha mãe, porque é que andava a rir às gargalhadas quando devia estar a dormir, fui proibida de contar carneiros.

18 comentários:

M disse...

Ahahaha eu também nunca percebi, e também tentei, sem sucesso.
Até de trás para a frente contava. E nunca surtiu efeito.

Susi disse...

Ahahahahah oh Gasper isto só tu mesmo! (eu já cheguei aos 200 e não adiantou de nada)

Gasper disse...

M, nunca me lembrei de os contar de trás para a frente. Achei que fazê-los cair era mais divertido ahah. É mais uma das asneiras que dizem às crianças.

Susi, opá eu achava que imaginá-los a cair era normal. Só depois de contar isso aos meus amigos, que ficaram a olhar para mim com cara de "esta gaja é louca" é que me apercebi que nem toda a gente fazia isso ahahah

Ju disse...

AHAHA, muito bom. Eu também nunca entendi essa teoria, a meu ver, ao contar carneiros nós ficamos é concentrados, e com pensamentos como os teus é realmente difícil de adormecer :P

patrícia disse...

Ahahah, só tu!
Nunca fui de contar carneiros, mas acho que hoje vou experimentar. Não tenho sono nenhum.
Mas amanhã vou ter, e muito. Pode ser que consiga convencer a stora de física e a de biologia que dormir nos laboratórios é uma ótima maneira de estudar qualquer força ou processo biológico, enfim, qualquer treta que se enquadre xD
Essa imagem é tão fofinha! :)

Mim disse...

Comigo nem carneiros nem ovelhas.
Tantas vezes me deitava a saber que tinha de levantar bem cedo e parece que quanto mais pensava, mais despertava.
Adoptei uma estratégia. Se tinha de me levantar às 6 e às 5 ainda não dormia, levantava-me e ia mais cedo e nas calmas, para o emprego.
Sentava-me no café e se me acontecia duas ou três noites seguidas, na quarta noite adormecia ainda ia no ar ahahah.

Paula disse...

Eh pá, isso cheira-me a violência animal...
:P

Karochinha disse...

Ai se os carneirinhos soubessem que andavas a reinar com o focinho deles, lol!!!!
Eu também já tentei mas perco-me mais na paisagem, imagino por onde andam os meus carneirinhos e lá vou dando mais corda à imaginação, até os perder de vista! Acho que não tinha futuro se fosse pastor(a)!

Beijocas nossas ;)

Meia Dose disse...

eu quando contava carneirinhos não conseguia mesmo dormir, porque às tantas já ia num número tão alto que me perdia nas contas e ficava irritada... e irritada não dormia de certeza! ahahah

eu-sou-eu disse...

Eu nunca achei piada a andarem a "contar-me".
Mas supostamente ao contar deviamos ficar cansadas e adormecer... Mas tal como tu, começava a imaginar disparates e começava-me a rir xD

Estudante disse...

Ahaha x) eu também acho que só nos mandavam contar carneiros porque não nos queriam aturar!...

Aflito disse...

Aí nos Açores tens que contar vacas.
Carneiros não funciona! :|

parafina falsificada disse...

Uma vez, na brincadeira, comecei a contar camelos, em vez de carneiros... o resultado foi maior insónia, porque tanto eu como a minha companhia, desatámos a rir!

Soraia disse...

Eu contei algumas vezes e resultou porque eu perdia-me a contar e depois ficava tão aborrecida que adormecia ahah

Ritinha disse...

Também cai na asneira de contar, mas o resultado ainda é pior! Quem inventou essa do contar foi um pastor de certeza!

Xs disse...

lolol
Essa está boa!

Kim III disse...

Boa tarde! :)
Estive a dar uma olhadela pelo teu blog e gostei muito, vou seguir!

Quanto à história dos carneiros, tenho a dizer que essa proibição pode ter sido inútil visto que ninguém consegue entrar na tua cabeça e proibir-te de imaginar o que quer que seja...

Beijinhos *

Gasper disse...

Kim, bem vinda :) e obrigada.

E ainda bem que ninguém nos pode proibir de pensar seja lá o que for.