quinta-feira, 5 de março de 2015

Sou tão, tão simpática

Que cumprimento sempre o segurança à entrada do portão...

Sempre, sempre...

Mesmo nas vezes em que ele não está lá.

quarta-feira, 4 de março de 2015

Das coisas que me são realmente difíceis

Não pode mandar à merda, que merecem que eu mande à merda, só porque não se pode mandar à merda pessoas no trabalho.

À merda, com essa regra da merda de não poder mandar pessoal à merda.

Uffff... quase que fiquei melhor depois de escrever isso.

segunda-feira, 10 de novembro de 2014

O drama da vida do meu colega

O M., o meu querido M., anda por aí a lamentar-se da sua vida difícil. Há dias.

O novo drama da vida dele: Não faz o que quer quando está de férias, nem se quer aos fins-de-semana diz ele indignado. Nunca faz o que quer.

Eu, sempre preocupada com o bem estar alheio, pergunto a razão que o leva a viver em tais condições precárias. Pergunto, quase parecendo verdadeiramente preocupada, mas então faz o que aos fins-de-semana, cuida de alguém? Imaginando uma mãe doente ou coisa assim.

E o que é que ele faz aos fins-de-semana? - Perguntam vocês em pulgas. O que é que ele faz, que o impede de fazer o que ele realmente quer. Que azar é esse que ele tem na vida que o faz lamentar dias seguidos?

Está com os filhos. Está com os filhos e não pode fazer o que quer, porque tem que fazer o que eles querem. Diz ele que eu não percebo, que não vou conseguir perceber, porque ainda não tenho filhos. Que é um inferno, que ele quer fazer o que lhe dá na real gana, não ter responsabilidade, comer à hora que quer e bem entende e não quando os filhos têm fome e se não quiser comer não come! Quer trocar os livros dos filhos por uma moto. Quer uma série de coisas extremamente importantes, mas não pode e eu,  eu nunca vou compreender o fardo que é.

Respondi-lhe que compreendia duas coisas muito bem:

1) Só porque podes procriar, não quer dizer que devas.
2) Há crises de meia-idade e penso que os sintomas começam por aí. Próximo passo? Trocar os calções de banho por umas tangas justas com padrão tigresa.

M. ficou ofendido comigo. E eu, quase que pareço genuinamente preocupada com essa situação.

O dia promete

Ainda são 9 da manhã e já adormeci na cadeira 3 vezes.
Ainda são 9 da manhã e já dei duas cabeçadas, uma a entrar no carro outra a sair.
Ainda dão 9 da manhã e já meti o meu pézinho de Cinderela numa poça de água.
Ainda são 9 da manhã e eu já quero tanto que esse dia acabe.

Foda-se ainda são 9 da manhã.

sexta-feira, 7 de novembro de 2014

Gasper também dá conselhos #8

Opá é que uma pessoa não tem a necessidade de vos ver o rego do cu.



Coisas que me apoquentam

1) O mau hálito do meu colega de trabalho. Já não tenho mais maneiras subtis de tentar resolver essa situação. Já ofereci pastilhas, rebuçados de mentol... Agora só mesmo se oferecer uma escova de dentes.

2) Existem 2 escovas de dentes, na minha casa, que segundo resultado de inquérito não pertencem a ninguém, mas estão lá no copinho das cenas dos dentes.

3) A  mãe do jorge nunca mais me ligou.


quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Nota para os senhores da rádio

Existem mais do que 10 músicas no mundo, eu juro!
Ninguém quer saber da Nutri balance.

Sempre ao V/dispor.