quarta-feira, 14 de março de 2012

É simples

Acho graça aos conselhos amorosos encontrados em cada canto, o que tens de mudar para encontrar o homem da vida, como te deves vestir, como te deves comportar e por aí fora.

Minha gente, esta merda não tem nada a ver com o que vestes, se tens ramelas ou se dizes palavrões. A culpa de grande parte de "relações" doentias reside nos conselhos gratuitos e desculpas criadas com a facilidade de quem quer acreditar (e claramente falta de amor próprio).

"Ele não veio ter contigo? Oh, não deve ter conseguido, se calhar está com muito trabalho ou foi alguma coisa de família"

"Ah, ele deve estar muito cansado"

"Não atendeu o telefone toda a noite nem ligou de volta? Deve ter adormecido do cansaço"

e o meu preferido: "Ele deve gostar demais de ti e isso deve assusta-lo e por isso é que ele foge"

Para mim, o alarme dispara quando tenho de pensar em possíveis desculpas para ele. Porque quando se gosta, mas quando se gosta mesmo:

- Arranja-se maneira de ir;
- O telemóvel não fica esquecido no carro;
- O cansaço não ganha;
- O esquecimento não prevalece;
- A ausência não é explicada por uma série de contratempos;
- Não se adormece.

É assim que tenho a certeza do que sinto. É pela minha vontade de ir, pelo facto de olhar para o telemóvel e querer que tenha lá alguma coisa. É por estar de pijama, cheia de sono, mas voltar a vestir-me porque recebi O convite. É pelo facto de fazer tudo com vontade, mesmo quando não a tenho.

16 comentários:

conchita disse...

Concordo contigo a 100%!!
Continuação de uma boa semana:)

André disse...

Nem mais.

Susi disse...

Porra mulher, nunca disseste tanta verdade num post só! Acho que até o vou guardar!

Alexandra disse...

eu gosto daquela: "nao es tu, sou eu..." WTF

Pretty in Pink disse...

Claro...eu faço exactamente o mesmo e não acredito nessas tretas pa =P

Beijinho*

guess disse...

Olha, eu acredito mais na primeira. Foi alguma coisa de família.
Na volta o gajo é casado e não conseguiu arranjar desculpas para a mulher. ahahahah

I blogger disse...

Conselho de amiga:
- Ah, ele deve estar muito cansado, saiu mesmo agora da minha cama. lol

Farruskinha disse...

Concordo contigo a 100%, apesar de por vezes arranjar alguma justificação para me sentir mais confortante mas é um erro eu sei :/

M disse...

Concordo com este post!
Cada vez mais gosto ler o teu blog!

Aflito disse...

Obrigado arrumadinha! :P

Gasper disse...

Aflito, o livro já está a ser escrito :p

Kim III disse...

Olha que é mesmo isso. Acontecer uma vez ou outra por acaso aceita-se, quando são muitas vezes é que já não.

Xs disse...

Devo dizer-te que tens toda a razão!
Eu deixei de me preocupar com desculpas!
Não existem!
Faz-se, quer-se, acontece, e pronto!
Assim sim, vale meeeesmo a pena!
E quanto mais se procura, pior!
Quando vale mesmo a pena, o grande amor aparece-nos pela frente quando menos esperamos!
E sabe-se que é para sempre!
:)

Ju disse...

Nem mais querida Gasper nem mais :) é isso mesmo o amor!

Patrícia Teodoro disse...

Tens que escrever um livro, tens umas frases sábias e úteis para a vida e tens um blog mulher...beijos nossos

Lima e Tequilla disse...

Sou da mesma opinião =)