quinta-feira, 26 de julho de 2012

É como pipocas

Se há coisa que acho cá uma graça é a Brojeços, mas aqueles brojeços com a mania que são finos. Aquelas gentes que usa o cabelinho 'à Foda-se', parecem todas iguais à Cinha Jardim, e depois tiram macacos do nariz, como as outras pessoas todas, com o agravante de ser em público. Eu, ao menos, tiro os meus macacos na privacidade do meu lar, mas isso sou eu que sou labrega.

Gosto especialmente quando tratam as criancinhas por você. É tão fofinho ouvir "Guilherme, você não faça isso, venha cá à mãe", "Ai Bernardo você está a provocar uma enxaqueca à mãe". Começo logo a imaginar o futuro da conta poupança, que espero que ele tenha em seu nome:  pagar as sessões de acompanhamento psicológico. (Guilherme eu estou contigo!)

Gosto de as ver nos altos dos sapatos enormes, com os quais não sabem andar. Eu até compreendo, a adrenalina do "Será que é agora que vou cair?", deve ser deveras aliciante.

Mas a minha parte preferida (fora quando elas caem, gosto sempre quando pessoas caem), o que me faz saltitar que nem gafanhoto maluco é quando estala o verniz. Quando as Cinhas se esquecem que estão em público, quando tropeçam e largam um: 'Foda-se!' bruto como as portas. Quando se sentam a uma mesa dum bom restaurante e não sabem que talher usar, quando bebem água nos copos de vinhos. E depois se alguém as corrige ou critica, lá leva o Guilherme com a porra: "Guilherme, menino, já lhe disse para não distrair a mãe, que maçada!"

Ah, adoro quando o verniz estala.

Confesso que também aprecio o facto de estarem sempre cansadas.

10 comentários:

EricDraven disse...

LOOOOL... Isto poderia ter sido escrito por mim :$... Aqui há uns tempos na praia assisti á seguinte cena de "avecs" (que é outra espécie que me mete tanto ou mais fastio que as tiãs...
- Jean-Michel, vien ici...
(o puto faz de conta que nao é com ele então a besta besuntada com ar de VIP extremamente aporcalhada retorna:)
- Jean-Michel, vien ici...
(Acho que nesta altura o puto lançou um "Fode-te" mental)
- Anda cá carrrralho, ou vou-te foderrr as putas das trrrrombas seu filho da grande pute!!!

EricDraven disse...

PS: Marcou-me imenso e acho que hoje passados 15 anos ainda nao parei de rir XD

Pérola disse...

Uma arte a observação. Tu dominas.
Voltarei!

Lia disse...

ahahahah chorei a rir... Muito bom, fantasminha x'D

C. disse...

LOOOL, que postzão! Podes crer. Eu ando na faculdade no Estoril, do que mais via quando ia de comboio era dessa gente. Havia uma que vinha sempre com o seu filho Bernardo para o meu lado. Credo

Runaway disse...

Ai, ai, vou comer as minhas ameijoas que aqui não se aprende nada eheh.
Opá, não sabes que elas estão sempre cansadas delas próprias. eheh
Ninguém consegue ser assim sem se cansar.
Porra a gaja já me chamou duas vezes pra jantar. loool
Já volto.

S* disse...

Há gente mesmo básica, que acha que por falarem de forma polida isso significa que são finos.

Palmier Encoberto disse...

Crack!

Kim III disse...

Olha juro-te que andava para escrever algo do género! Tudo a propósito de uma tia que trabalha no posto de turismo lá ao pé de mim... é muito fina com toda a gente mas depois na verdade é uma grande porca! ahah Gasper, como sempre, és a maior!

S Maria disse...

És grande pá :b