segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Tattoos

Não tenho nada contra tatuagens, mas era incapaz de fazer uma. Para começar, a ideia de um dia poder ser uma avó com uma tatuagem não me agrada.

Em segundo lugar, existem, pelo menos, duas coisas neste mundo que me causam pânico: "Para sempre" e "Nunca mais".

6 comentários:

Nia disse...

Eu gostava de ter uma no pé ou nas costelas, mas a verdade é que principalmente nas costelas tenho medo de me cansar. E se algum dia engordo e a pele fica toda esticada? NO-JO!

Gasper disse...

Pois um dos problemas é justamente este. O corpo muda e a tatuagem também. Pode correr bastaste mal.

Mim disse...

Nada contra, nada a favor. Acho que o facto de ser para sempre não é assim tão relevante. Também o nosso corpo é para sempre e, feio ou bonito, temos de viver com ele tal como é e, algumas vezes, com as cicatrizes que a vida nos vai deixando.
Penso que tem a ver com a nossa cabeça. É como as modas.
Nessas coisas sou muito liberal.

Gasper disse...

Mim, não tenho nada contra as tatuagens. Muitas delas até gosto de ver nos outros, não tinha era coragem para fazer.

Seria alterar deliberadamente, para sempre, o meu corpo. Não tenho coragem.

Meia Dose disse...

tenho duas. sou apologista do significado que se dá a tatuagens! abomino completamente quem as faz só porque são bonitas, ou estão na moda. as duas que tenho fui eu que as desenhei, e cada uma tem o seu significado especial! e de certeza que não me vou arrepender delas :D mas também não tenho nada contra quem é contra :p

Gasper disse...

Não sou contra atenção. Penso é que não teria coragem para as fazer, mas talvez seja por não ter dado significado suficiente a uma imagem para tatuá-la.

Algumas tatuagens até gosto bastante de ver nos outros.