domingo, 9 de outubro de 2011

Dos sustos


São quase sempre ridículos.
As pessoas normais assustam-se e dão um grito. Eu assusto-me e largo logo um grande palavrão, independentemente de quem está presente.

11 comentários:

Susi disse...

Por isso é que têm tanta piada!

Gasper disse...

Então os meus são fantásticos. Normalmente, quando me assusto, em vez de um grito saí um palavrão. ahaha

Patrícia disse...

Hahah... eu também... este ano na educação física já fui apanhada 3 vezes a dizer asneiras, ou porque me assusto, ou porque não faço as coisas bem e no momento sai-me uma asneira... depois lá fica a patrícia no final a fazer abdominais...

Gasper disse...

Ahaha! Patrícia, ninguém merece! Ao menos a queda para os palavrões melhora a tua forma física :P

L.O.L. disse...

Se calhar sofres do Síndrome de Tourette e não sabes. lolololololol.

Gasper disse...

L.O.L, gostei! Assim, posso explicar que é doença e não deficiência. lool

Mim disse...

Com uma sombra tão esquisita, até é normal um "ai que c@r@lho" eheheh.

Gasper disse...

Ahaha Neste caso, acho que é perfeitamente compreensível.

Louco disse...

Os palavrões são libertadores, genuínos.
Não levo a sério alguém que não os diga. É um contido, e de contidos está o inferno cheio!

Gasper disse...

ahaha olha bem visto, mas nem toda agente pensa assim. Levo com cada olhar de vez em quando.

Estudante disse...

Ahahaha x) aqui aposto que soltarias um "caral**!"