quinta-feira, 17 de maio de 2012

Felicidade

É o sr. da oficina dizer que custa 500€ consertar o velocímetro do meu carro, ou melhor, custa 500€ colocar lá uma peça nova porque aquela merda queimou. Confesso que me apeteceu lhe partir um dentinho (não pelo preço da peça mas pelo uso excessivo da palavra SÓ).

Decidi arranjar um mapa dos radares existentes em São Miguel, e passar a viver no limiar de apanhar uma multa. Estou rebelde.

9 comentários:

EricDraven disse...

um gps indica-te a velocidade e sai mais barato ;)

guess disse...

Nesse aspecto tive mais sorte. A reparação do meu, que dantes implicava meter uma tampa das válvulas, onde SÓ era necessário duas juntas, finalmente já é possível. A marca resolveu começar a fornecer juntas, o que se vai traduzir numa poupança da tampa (214€+IVA).
Mesmo nos dias de merda, nem tudo é mau.

Sintonia disse...

junta um gps ao mapa dos radares e estás safa!! =)

Lia disse...

Esse "só" SÓ pode querer dizer que há mais caras :O ahahah

Estudante disse...

Chiça... que abuso!

Kim III disse...

A utilização da palavra "só" é uma estratégia infeliz que funcionava nos anos 90 quando havia dinheiro e as pessoas se convenciam que quando ele dizia "só" era porque estava a fazer o serviço barato e nem pensavam muito nisso. Hoje em dia, como até um café a 50 cent. já parece muito, ouvir alguém combinar "só" e "x euros" é completamente irritante e sem sucesso x)

Ritinha disse...

Deixa lá, a última vez que levei o meu carro à revisão dos 75.000km o senhor disse-me que tinha ali uns probleminhas nada de mais na ordem dos 800euros. NUNCA MAIS LÁ FUI

PINTA ROXA disse...

são SÒ €500... lol o Sr até podia dizer que eram SÒ €1000..
Vá vê a coisa pela positiva, se é que há..lol.

Carlinha disse...

€ 500 para arranjar um velocímetro? Que até nem é daquelas coisas essenciais... Ou vais-me dizer que andas dentro dos limites de velocidade? Eu não. Por isso, guarda bem o teu dinheirinho, que aposto que encontras coisa melhor onde o empregar. ;)