sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

(I)mortalidade

Ontem senti o sabor amargo da mortalidade.
Ontem tremi e temi estar a assistir a um acidente mortal de uma amiga.
Ontem senti que o que tem de ser, tem muita força.
Ontem, se seguisse a minha rotina diária, tinha tido um acidente do qual não sei se saia viva.
Ontem respirei de alívio quando a vi sair viva de um carro que, certamente, vai para a sucata.

Hoje, sinto que ainda não recuperei.
Hoje ainda sinto o cheiro do fumo que saiu do carro.
Hoje apetece-me abraçar todos os que amo e dizer tudo o que me vai na alma.
Hoje sinto o peso da mortalidade.

18 comentários:

Niki disse...

Ai meu Deus, ainda bem que não seguiste a tua rotina e ainda bem que a tua amiga se livrou!

Beijinho

Poison disse...

Essa sensação fica durante uns dias, mas depois acalma... fica apenas a ideia de prevenção e cautela para evitar que volte a acontecer!

guess disse...

Mostra-nos quão insignificantes somos.
Mas estás bem, é o que importa. O tempo encarrega-se do resto.

Lia disse...

e o "mau" é que maioria das vezes só nos apetecer abraçar toda a gente e dizer-lhes que os amamos, quando vemos de perto que um dia podemos não ter tempo :s

está e vai ficar tudo bem.. e isso é que é preciso :)

L.O.L. disse...

Fiquei arrepiado só de ler. Ainda bem que tá tudo bem:)

dreaming.girl disse...

Wow... Ainda bem que está tudo bem com as duas (dentro do possível) ... Força ;)


http://agirlsdream-blog.blogspot.com/

Susi disse...

Porra Gasper, que cena. Fiquei sem palavras perante este post. Fogo ainda bem que não aconteceu algo pior. Diz a todos que os amas, tenta descontrair e seguir em frente ;)

L.H. disse...

Assustador.. Mas ainda bem que não foi nada de mais sério. Carro é chapa e isso é substituível! Agora, a vida já não... Em maio faz 3 anos que uma colega minha, da minha idade, perdeu o controlo do carro por causa do rebentamento de um pneu. Morreu. Atrás dela ia, noutra viatura, uma outra colega nossa, que assistiu a tudo. Deve ser algo que nunca, mas nunca se esquece.

Gasper disse...

Vocês são uns queridos :)**

L, porra nem quero imaginar! Nunca quero saber isso o que é! Eu ia dois carros atrás da minha amiga, e fiquei sem uma pinga de sangue. Não consigo fechar os olhos sem ver o carro todo partido, o fumo a sair..

Soraia disse...

Ainda bem que correu tudo bem para as duas!!

Ju disse...

Que horror :( que sensação horrível só de ler isto..ainda bem que saíste da tua rotina e que a tua amiga se safou. E tal como disseste, o que tem que acontecer tem muita força, não adianta tentar mudar o rumo das coisas! Beijinho grande ****

Ritinha disse...

Já passei por isso, e o tempo cura tudo! Mas é nestas situações que vimos o quão impotente somos perante a vida!

patrícia disse...

Oh Gasper :s Ainda bem que está tudo bem!
As melhoras :c
Um beijinho :)

Patrícia disse...

Ainda bem que correu tudo bem para as duas! Fogo, que susto!

Olha uma vez a minha mãe teve um acidente porque o pneu do carro rebentou e o carro capotou mais que uma vez quando atravessou a separadora, mesmo perto de uma ravina. Ela não ia depressa mas mesmo assim não conseguiu evitar aquilo.
O carro parou metros antes dela cair na ravina e sabes que mais, nem um arranhão ela teve! Cada vez mais acredito que o que acontece é para acontecer.

Kim III disse...

É horrível quando isso acontece.. normalmente acontece em situações limite como essa, espero que tudo melhore :)

às 27h no meu blog disse...

que horror! Ainda bem que acabou tudo bem e é nestes momentos que damos valor a pequenas coisas.

eu-sou-eu disse...

Ainda bem que correu tudo bem. Agora é começar a dar mais valor, aprende com isso.
Espero que estejas bem e estou aqui se precisares conversar.

Carlinha disse...

Que pesadelo! :( Fico feliz por estares (e a tua amiga também) bem.