sábado, 7 de janeiro de 2012

Procura-se

Sempre admirei quem não fica de braços cruzados à espera que a vida mude.



Não conheço a rapariga, mas acho que não faz mal nenhum divulgar.

12 comentários:

Patrícia disse...

Mesmo! :)

patrícia disse...

Vou fazer um anúncio desses, mas à procura de namorado.
Procura-se rapaz, entre os 16 e os 23, míope, que não ouça muito bem, simpático, querido e não muito feio. Agradecida.

Agora a sério, faz bem. Ao menos não é um anúncio a vender esquentadores.

Kim III disse...

Ao que isto chega, enfim.
Mas tem que se fazer pela vida e essa rapariga está mesmo determinada, é disso que Portugal precisa!

Gasper disse...

patrícia, ahaha manda foto que eu publico aqui :))

Kim III, uma coisa é certa, a rapariga está a tentar!

Ju disse...

Bem devia fazer o mesmo eu... é da mesma área que eu.

Gasper disse...

Ohh Ju, ainda agora começaste à procura... Eu sei que é desesperante, espero que corra tudo pelo melhor! **

A Tulipa Azul disse...

Isto é que é coragem:) Faz ela bem:)

Aranhiço disse...

Vi disto há alguns anos, em Granada, Espanha, com a particularidade de deixarem uma parte da folha com números de telefone destacáveis e sem cola, para se poder cortar e levar.
Aqui a Câmara ainda apresenta queixa e o tribunal arranja-lhe trabalho a limpar os candeeiros. :(

às 27h no meu blog disse...

Bem original, o que não lhe falta é vontade de trabalhar!!

Kim III disse...

Sim, e faz ela muito bem!

Beu, a Ruiva. disse...

Bolas, só me falta mesmo fazer isto.
Estou desempregada há 16 meses. (Estou quase a ficar louca)Sou licenciada em Economia e tenho 14 anos de experiência profissional e ninguém me dá trabalho por causa da idade (a 5 dias de fazer 39anos).
Mas confesso que acho muita exposição assim num poste na rua. Mas isto só prova até onde vai o desespero.

Soraia disse...

Quem quer trabalhar não arranja emprego e conheço pessoas que nem subsidio do estado recebem, e depois há aqueles que já me disseram que preferem estar em casa do que a trabalhar, porque recebem mais ficando em casa a ver tv do que a trabalhar.