sexta-feira, 30 de março de 2012

Deve ser da época de Páscoa

Colega: Isso parece coisa do Sr.X, hilariante o homem.
Gasper: Pois era, coitado.
Colega: Coitado porquê?
Gasper: Oh, morreu tão novo. Que idade é que ele tinha ao certo?
Colega: Gasper, o homem não morreu... reformou-se.

Ops....


Gasper, a matar gente desde 1985

Antiguidades que me animam

Ora que uma mulher senta-se com uma vontade árdua de trabalhar, mas antes resolve ler os emails (não podemos ceder a todas as vontades né?). Então que recebe pela 3ª vez o mesmo email, e pela 3ª vez ri-se feita anormal. Aqui vai (claro que tive de comentar as pérolas):

Testes de alunos do 1º. Ciclo.

1) Antigamente na França os criminosos eram executados com a Gelatina (Era uma época mais pacífica minha gente, não havia cá bombas e tiros.. Bons tempos!)

2) Em Portugal os homens e as Mulheres podem casar. A isto chama-se monotonia (Tão novinhos e tão espertos)

3) Em nossa casa cada um tem o seu quarto. Só o papá é que tem de dormir sempre com a mamã (Ninguém merece)

4) Os homens não podem casar com homens porque então ninguém podia usar o vestido de noiva (A ver vamos, a ver vamos)

 5) O Papa vive no Vácuo (É uma pessoa especial, sem dúvida)

6) Os meus pais só compram papel higiénico cinzento, porque já foi utilizado e é bom para o ambiente. (Eu cá não quero cagar nessa casa).

7) O hemisfério Norte gira no sentido contrário do hemisfério Sul. (Viver no Equador deve ser tãooooo divertido)

8) Um pêssego é como uma maçã só que com um tapete por cima (Essa, estranhamente, faz-me sentido)

9) O meu tio levou o porco para a casota e lá foi morto juntamente com o meu avô.  (Isso é que foi uma desgraça familiar)

10) Eu não sou baptizado, mas estou vacinado. (Meu rico filho..)

11) Quando o nosso cão ladrou de noite a minha mãe foi lá fora amamenta-lo. Se não os vizinhos ficavam chateados.  (Assim devem ter ficado muito mais felizes).


12) A minha tia tem tantas dores nos braços que mal consegue erguê-los por cima da cabeça e com as pernas é a mesma coisa. (Sofro do mesmo problema das pernas)

13) Um círculo é um quadrado redondo (Certo)

14) A minha irmã está muito doente. Todos os dias toma uma pílula, mas as escondidas para os meus pais não ficarem preocupados.

quarta-feira, 28 de março de 2012

Sinceramente!

Uma pessoa senta-se na sala, a trabalhar, com o portátil ao colo e o gajo no sofá. O gajo adormece, com a televisão na TVI, acorda e grita:

- A sério Gasper? Novelas? Eu pensei mesmo que não vias isso, para o que te havia de dar. Sinceramente!

...

A minha vida não é fácil!

A cena


 De agarrar o touro pelos cornos, nem sempre é fácil.

Sim, eu sei que a foto é de uma vaca, mas pelo menos essa é de 4 patas.

Olhem lá, seus anormais

A porra da música "Sexta-Feira" dos Boss AC, já de si não é bonita, nem é coisa para me deixar muito bem disposta. Agora, queridos anormais da RFM, passar essa música à segunda, terça e quarta de manhã é para quê? Testar os limites das pessoas? Se começarem a acontecer coisas estranhas por aí, já sabem a razão.

Ah, bom dia.

terça-feira, 27 de março de 2012

Ao almoço

O meu irmão e um amigo:

Mano: Olha a minha irmã é que é boa a dar nomes a animais de estimação. É cada nome mais rídiculo que o outro. Por exemplo, o peixe que lhe ofereci, ela meteu na cabeça que era uma peixa e baptizou-a de Gilberta.

Amigo: Oh mas Gilberta... mas isso é o nome da minha tia.

...

E o meu irmão fica chateado é comigo. Ninguém lhe manda dizer essas coisas.

sábado, 24 de março de 2012

Medo muito medo

Sonhei que tinha ido à esteticista fazer as sobrancelhas e que a cabra que me tinha deixado sem elas, tipo isso:



Agora, fiquei com medo de as ir fazer. Irei ficar tipo macaco portanto.



quinta-feira, 22 de março de 2012

Cagões

A culpa de meia infelicidade portuguesa é da cagança. Metade deles, se não fossem uns cagões de primeira possivelmente era mais felizes. Como é que se mede o sucesso de alguém? Como se mede o facto da vida correr bem? É simples:

- Ter uma casa de sono, com 3 quartos a mais: assim com um escritório ou dois, e mais dois quartos para o caso de se querer parir mais alguma vez. Não interessa se depois não conseguem mobila-los;

- Plasmas espalhados pela casa. 5 ou 6, até na casa de banho, porque não vá o diabo tece-las e uma pessoa querer cagar quando está a dar a casa dos segredos;

- Sistema de som, senhores é algo imprescindível.

- Telemóveis topo de gama, que depois usam apenas para mandar sms e receber telefonemas. Mas são giros e caros e é importante ter essa merda.

- Carros novos, de prestígio, brilhantes e com cores vivas. Não interessa se depois não têm dinheiro para o combustível e evitam usa-los para poupar trocos, o importante é que têm.

Ouvir de alguém, dono de um T4 no qual mora apenas com o namorado, que não pode ir jantar fora porque a prestação da casa está demasiado alto e que não pode ir tomar café a certos sítios porque o combustível está caro, ouvir desta criatura:

És mesmo pelintra, carro da merda, telemóvel da treta. Pelo amor de Deus mulher, tu investe na tua imagem.

Ouvir isso, desperta-me uma certa boa disposição porque a burrice até se pode contornar, mas a cagança não. Vomitar de alto é doença.

Aqui a pelintra, está-se a cagar. É que estou mesmo. Portanto aqui a pelintra, não tem uma série de coisas, mas vai jantar fora, vai lanchar onde quer, vai passear no seu boguinhas. Foda-se e a pelintra sou eu?
Vão cagar para o raio que vos parta.

O big-bang da Páscoa



Agora faz-me mais sentido.

Dos verdes

Ele: É impressionante, o teu prato não tem nada verde. Não estás com uma alimentação nada saudável.

Eu: Desculpa lá, mas esse pickle é verde, bem verde!

quarta-feira, 21 de março de 2012

Portanto e hoje foi isso

A primavera chegou e a chuva começou. Porra.

Dormi toda a noite com uma mosca a azucrinar-me a cabeça. Puta.

Fui com o joelho contra uma estante. Soltei um grito e a inteligência que trabalha comigo perguntou: "Magoou-se Gasper?". Respondi que não, claramente aquilo foi um grito de prazer (quase orgasmico). Foda-se!

Fui almoçar com a fulana. Não é que a estupor além de estupidamente bonita, é simpática e inteligente? Odeio-a obviamente. Puta.

terça-feira, 20 de março de 2012

Constatações

Faz tanto sentido ir mc donalds pedir uma salada como ir ao cinema ouvir música no Ipod.

Por falar em Iqualquer coisa, porque raio é que a partir do momento em que alguém tem um iPhone deixa de usar a palavra telemóvel? O discurso passa a ser:

- Viste o meu iPhone?
- Esqueci-me do iPhone em casa.
- Deixei o iPhone no carro.
- Parti o iPhone.

Eu, que também queria estar na moda, o outro dia disse: "Não sei do meu LG".
Olharam-me como se fosse louca, não percebo.

Palavras que nunca direi #1

- Eu amo o Tony Carreira;
- André Sardet, bates forte cá dentro;
- Paulo Coelho tu mudaste a minha vida;
- Passos Coelho, I love you;
- Cavaco Silva, estás no auge das tuas faculdades mentais;
- Berta Cabral, o teu cabelo está diferente hoje;

Claro que agora ficou mais simples


segunda-feira, 19 de março de 2012

Mais um desafio

A patrícia e a às 27h no meu blog fizeram o obséquio de lançar mais um desafio aqui a Je, portanto aqui vai:

Perguntas da Patrícia:

Quem é a pessoa mais importante na tua vida? A minha mummy (sim sou menina da mamã, e depois?)
Tens algum medo ridículo? Qual? 
Tenho vários: aranhas, vacas, cães. Porra sou mesmo uma medricas.
Qual pensas ser o teu pior defeito?
Falar antes de pensar, falta-me um filtro qualquer que me impeça de dizer tudo o penso antes avaliar as consequências.
O que te faria abandonar tudo e partir para qualquer outro lugar?
Possivelmente o desemprego, acho que era das poucas coisas que me fazia sair daqui. Uma das certezas que tenho na vida, é que é aqui que quero viver.
Comida preferida?
Chicharros fritos com molho de vilão.
Se pudesses escolher conhecer um famoso, quem seria?
Jim Morrison
A beleza importa no amor?
Não. A beleza é a primeira coisa que chama a atenção, mas não é suficiente para fazer durar uma relação. Não é a beleza que conquista, não é a beleza que nos apaixona. "O amor é cego".
Qual é a tua expressão típica?
"Vai correr tudo bem" ou "Mas isso fez sentido na tua cabeça?"
Animal preferido?
Cão! Sim, cago-me de medo de cães (à excepção dos meus) mas adoro-os.
Que género musical mais gostas?
Rock, antigo.
Qual foi o livro que mais te marcou?
Principezinho

Perguntas da às 27h no meu blog:

Que país gostarias de visitar? Austrália.
Se tivesses um super poder qual dele gostarias de ter? Teletransporte.
Qual o teu livro preferido? Gosto de tantos, até os Maias gostei de ler.
Que filme te fez rir mais? Hangover.
Tens saudades de alguém? Sempre.
Qual a tua maior loucura? Fiz tantas, e souberam sempre tão bem.
Que expressão estás sempre a dizer? "Vai correr tudo bem",  "Isso fez sentido na tua cabeça?"
Qual é o teu ídolo? Não tenho um ídolo, mas sim várias pessoas por quem tenho uma grande admiração. Por exemplo: pelo Toni Carreira, quer dizer o homem com música de merda e bonito como o sol (custa olhar de frente) continua a encher o pavilhão atlântico.
O que serias incapaz de fazer por amor? Afastar-me de alguém importante, sejam os meus amigos ou família.
Qual a coisa mais nojenta que já comeste? "Never kiss and tell"
Qual foi a coisa mais estúpida que já fizeste com amigos? Colocar laxante na bebida de uma gaja que não gostávamos... e não vou continuar porque tínhamos umas mentes imaginativas e muito pouco juízo.

sábado, 17 de março de 2012

Não há cá poucas vergonhas!

Em 1953 é que era. Não havia cá essa pouca vergonha dos quecometros*, haviam castigos severos para as senhoras promiscuas e os senhores obscenos.

Listagem das multas:

1º - Mão na Mão: 2$50;

2º - Mão naquilo: 15$00;

3º - Aquilo na mão: 30$00;

4º - Aquilo naquilo: 50$00;

5º - Aquilo atrás daquilo: 100$00.

6º - Com a língua naquilo (aqui acabou a brincadeira): 150$00 de multa, preso e fotografado.

Lembrei-me tanto destas multas quando ontem verifiquei que tinha um carro, quase à porta da minha casa, aos saltos e com os vidros todos embaciados. Pedi licença aos pombinhos e entrei em casa sem os multar. Eu até percebo que o que tem de ser tem muita força, mas porra não moro num quecometro!


* Locais públicos considerados, pela generalidade da população apropriados para mandar umas quecas

sexta-feira, 16 de março de 2012

I'm going to hell


Aiiiiii M.

O M., querido colega ligeiramente atrasado mental e um sacana de primeira, resolve interromper a minha conversa com o chefe para dizer:

"Ohh Gasper, no email que mandou o outro dia escreveu Para Conhecimenti. Eu até fui confirmar ao teclado se 'o' estava perto do 'i' , mas está por isso acho que é um erro compreensível. Só queria mesmo avisa-la, porque este tipo de erros não ficam nada bem."

"Pois M., o problema foi mesmo esse. O facto do assunto deste email ser Parecer do Peido é completamente irrelevante."

A sério, se pudesse, enfiava a criatura dentro de um barril, atirava-o ao mar e esperava que chegasse à América (com ou sem vida).

Estou intrigada

Portanto, estou intrigada com o macho da mosca da fruta. Não é que o gajo refugia-se no álcool quando é privado de sexo? Segundo consta, os gajos moscas quando são rejeitados sexualmente pela gajas moscas lançam-se ao álcool como se não houvesse amanhã.

Se existissem moscas putas e stripers eu cá nem acreditava que era dos macacos que descendíamos.

Notícia extremamente importante aqui

quinta-feira, 15 de março de 2012


Amanhã retomaremos a emissão normal.
Cumprimentos da gerência.

Como enlouquecer um homem sã?

Pára de o tentar enlouquecer fazfavor, deixa este para as poucas gajas que ainda gostam deles equilibrados.

Na oportunidade, informo que nem todas as gajas são como o vinho, há azedumes que não se resumem à falta de rolha. Há defeitos de fabrico que nem assim vão lá.

quarta-feira, 14 de março de 2012

É simples

Acho graça aos conselhos amorosos encontrados em cada canto, o que tens de mudar para encontrar o homem da vida, como te deves vestir, como te deves comportar e por aí fora.

Minha gente, esta merda não tem nada a ver com o que vestes, se tens ramelas ou se dizes palavrões. A culpa de grande parte de "relações" doentias reside nos conselhos gratuitos e desculpas criadas com a facilidade de quem quer acreditar (e claramente falta de amor próprio).

"Ele não veio ter contigo? Oh, não deve ter conseguido, se calhar está com muito trabalho ou foi alguma coisa de família"

"Ah, ele deve estar muito cansado"

"Não atendeu o telefone toda a noite nem ligou de volta? Deve ter adormecido do cansaço"

e o meu preferido: "Ele deve gostar demais de ti e isso deve assusta-lo e por isso é que ele foge"

Para mim, o alarme dispara quando tenho de pensar em possíveis desculpas para ele. Porque quando se gosta, mas quando se gosta mesmo:

- Arranja-se maneira de ir;
- O telemóvel não fica esquecido no carro;
- O cansaço não ganha;
- O esquecimento não prevalece;
- A ausência não é explicada por uma série de contratempos;
- Não se adormece.

É assim que tenho a certeza do que sinto. É pela minha vontade de ir, pelo facto de olhar para o telemóvel e querer que tenha lá alguma coisa. É por estar de pijama, cheia de sono, mas voltar a vestir-me porque recebi O convite. É pelo facto de fazer tudo com vontade, mesmo quando não a tenho.

Começo tão bem o dia

Mandei um email para uma série de pessoas chatas e teoricamente importantes, cujo assunto era: "Cópia da acta xx assassinada."

Se juntar isso ao parecer do peido (em vez de pedido) que enviei o outro dia penso estar bastante próxima de ser internada.


Cheira-me que hoje será um dia de fazer merda.

terça-feira, 13 de março de 2012

Sou uma incompreendida

Ao telefone.

Ele: Vamos tomar café hoje?
Eu: Não posso, tenho as bolas inchadas.

Como é óbvio estava a falar das minhas amígdalas, nem sei como é que ele não percebeu.

Been there done that

segunda-feira, 12 de março de 2012

Podia ter sido tanto e sou tão pouco

Com o meu historial de relações ridículas, por que raio não me dediquei à música? Partilhar os meus desastres amorosos com o mundo e ser como a Adele? Hum? Mas não... dediquei-me a comer chocolates. Isso é que foi verdadeiramente útil para a minha vida.

Olha merda para mim!

domingo, 11 de março de 2012

Porque hoje é Domingo


Desafios #2

Pronto, e parece que fui novamente desafiada. Como já escrevi os 11 factos aleatórios, vou só responder às questões.

Perguntas do faa:

1. Se tivesses de escolher, preferias morrer com uma grande queda ou com 3 ferros no peito? Com uma grande queda

2. Já mordeste a tua própria língua? Mais vezes do que gostava

3. Gostas mais de hipopótamos ou de avestruzes? Hipopótamos, preferencialmente da Kinder.

4. Já foste sabendo que te ias magoar? Já

5. Teresa Guilherme ou Júlia Pinheiro? Não suporto nenhuma das duas.

6. Contarias o número de patas de uma centopeia? Só se estivesse extremamente aborrecida.

7. Eu sei.. tu vias a casa dos segredos, admite! Nunca vi nem tenho a mínima curiosidade.

8. Choraste no Titanic? Não, mas ri-me bastante.

9. Qual foi a tua atitude mais cruel? Magoar quem não devia.

10. Consegues voar? Caso não, como sabes, já tentaste saltar de um prédio? Não consigo voar, se conseguisse não teria caído tanta vez pelas escadas abaixo.

11. Usas a dor para esquecer a dor? Isto é, bastes na perna quando te doí o braço? Não.

Perguntas das M.R.

1 - Maior qualidade. Tenho sempre resposta na ponta língua.

2 - Porquê um blogue? Porque tenho asneiras a dizer e o médico aconselhou-me a parar de falar sozinha.

3 - Acreditas no amor para toda a vida? Acredito que um grande amor possa tornar-se em carinho, amizade e companheirismo e isso acredito que possa durar para a vida.

4 - O teu maior medo: Perder-me de mim.

5- A Musica da tua vida: Não tenho uma música da minha vida, mas tenho uma para cada estado de espírito.

6-  Filme da tua vida: A Dama e o Vagabundo

7 - Restaurante favorito: Cais 20

8- Um local: Lagoa do Fogo 

9 - Uma citação: "Nenhum problema pode ser resolvido pelo mesmo grau de consciência que o gerou." (Penso que é de Albert Einstein)

10- O que mais te irrita. Que se metam na minha vida, especialmente quando não fazem parte dela.

11 - Nao suporto...? Mentiras

sexta-feira, 9 de março de 2012

Ohh happy day

Voltei a puberdade, tenho uma série de borbulhas de estimação, espalhadas pela fuça;

Estou constipada, tenho o nariz numa bola vermelha com pele a descascar;

Tenho o buço (palavra mais pirosa) por fazer;

Choveu e está vento, tenho o cabelo que é uma coisa linda de se ver.

Damn I feel sexy!


Mais a merda

O que é que é preciso para o banana do locutor da rádio perceber que dizer "E já estamos a meio da nossa meia hora de música seguida",  é tão inteligente como acordar alguém para dizer que está na hora de ir dormir.

Ou ele passa a dizer "Lá estou eu, como um anormal, a interromper o que eu chamo de meia hora música seguida" ou então simplesmente permanece calado durante meia hora. É mesmo preciso eu explicar tudo? Que canseira!


Andei meia ausente esta semana, mas amanhã já ponho a leitura em dia.

quarta-feira, 7 de março de 2012

Não me dão o devido valor

Ontem ouviu-se barulho de algo de vidro a partir na cozinha, seguido de um grito da sala:

Gasper, o que é que já partiste?

Certamente que tal insinuação não me chocou. Essencialmente por achar que partir 2 copos de uma só vez é uma espécie de recorde pessoal e como tal deveria ser reconhecido e não criticado com aquele tom de voz cheio de reprovação.

Mais indignada fiquei pelo facto de não estar sozinha na cozinha, podia ter sido obra de outra pessoa. Certamente que podia.

terça-feira, 6 de março de 2012

Desafios

A Manteiga desafiou-me. E eu que não gosto nada de deixar um desafio por responder, aqui vai:

Regras:
1) Escrever 11 factos aleatórios sobre ti;
2) Responder às perguntas que te foram propostas;
3) Fazer 11 perguntas para as próximas pessoas;
4) Escolher as próximas vitimas.

Factos aleatórios extremamente interessantes:

1) Tenho um humor um bocado negro;
2) Não gosto de favas;
3) O estado do tempo condiciona o meu estado de espírito;
4) Rio quando estou nervosa e até quando estou na merda;
5) Dou muita vez o meu número de telemóvel errado, propositadamente;
6) Adoro comida picante;
7) Não gosto de andar de barco;
8) Nunca comi sushi (Vá.. matem-me! Não consigo provar peixe cru);
9) Ao olhar para minha lista concluí que tenho fome, visto que ainda não parei de falar em comida;
10) Tenho medo de ir ao dentista e quando vou sinto que me voluntariei para ser assassinada/torturada e só me falta fazer chichi nas calças;
11) Por falar em calças, raramente uso saias. Só no verão e de férias.

Respostas às perguntas da Manteiga:

1) Saltos altos ou rasos? 
Rasos, raramente uso saltos.

2) Filipinos ou Belgas? 
Filipinos, preferencialmente brancos.

3) Curso do secundário que tiras-te/estás a tirar/queres tirar?
Ciências.

4) Carros ou motas?
Carros

5) Nome preferido para rapariga. Nome preferido para rapaz. 
 Sara, Rodrigo.


6) Cor do teu quarto.
Laranja e azul

7) Lema de vida
Um passo de cada vez, tudo se faz.


8) O teu blog chama-se      (...)     porque     (...)   
Enquanto houver estrada para andar porque é parte de uma música especial de um músico adoro, cuja letra acho divinal (Agente vai continuar - Jorge Palma).

9) Usas franja?
Não. O meu cabelo não me permite tal rebeldia.

10) Mês preferido?
Maio porque sinto a antecipação do verão. Agosto porque é verão.

11) Cidade(s) Portuguesa(s)
Ponta Delgada (of course), Setúbal (tenho boas recordações), Aveiro (malta porreira), Coimbra (aiii Coimbra.

As minhas perguntas:

1) Viagem de sonho.
2) Citação preferida.
3) Bom ou mau acordar?
4) Coisa que mais te irrita.
5) Coisa que mais gostas.
6) Palavrão mais usado.
7) Um ídolo.
8) Um sonho.
9) Desenho animado preferido.
10) Um vício.
11) Animal preferido.

(Eu queria mesmo era perguntar qual era a chave do euro-milhões, mas pronto).

Passo o desafio:

À minha recente adopção: guess (muahahaha)
À  maluca da Patrícia;
Ao mau feito da patrícia :p 
À alucinada da almond_girl
À (quase) nova mamã Karochinha
À  querida  Ju

Mudam-se os tempos

Porque raio é queremos sempre o que não temos?
Quando era novinha, nunca queria dormir. Posso até dizer que detestava ir para a cama. Lembro-me de ser obrigada a dormir na escola, depois do almoço, coisa que me deixava fora do sério. Queria brincar, conversar, não queria perder tempo a fingir que dormia.

Hoje, gostava tanto de chegar ao emprego ouvir: "Saiu uma deliberação nova, todos os funcionários são obrigados a dormir uma hora depois do almoço". Ai... seria tão mais feliz.

sábado, 3 de março de 2012

Ohh mulher tu pensa

Ora vou eu a atravessar a rua, na passadeira, enquanto falava ao telemóvel. Uma senhora gentilmente parou o carro para me ceder a passagem, quando começa a ter o que eu pensava que era um ataque epiléptico, mas não. A senhora a bufar, a esbracejar abre o vidro e grita:

- A sério? A falar ao telemóvel enquanto atravessa a passadeira? Não deve estar boa da cabeça.

Por momentos, questionei-me se a senhora estaria a ver algum carro invisível ou simplesmente enlouquecera, mas limitei-me a perguntar:

Oh senhora, isso fez sentido na sua cabeça?

P.S. Já viram a minha nova imagem de perfil? Está o máximo! Cortesia do querido guess, obrigadaaaaaaa. Espero que com o laço na cabeça deixem finalmente de pensar de sou gajo pá!

sexta-feira, 2 de março de 2012

E mais não digo


"O meu coração só tem uma cor: azul e branco"

"Estávamos à beira do precipício, mas tomamos a decisão certa: demos um passo em frente"

"Prognósticos só no fim do jogo"

I'm on the move

O guess diz que ando muito parada e a modos que me pôs a mexer. Ó pra mim toda doida



Beijinho da mamã

Ah e tal fim-de-semana


quinta-feira, 1 de março de 2012

O problema não sou eu, são elas

Eu até nem sou mulher para pôr em causa as minhas faculdades mentais, mas metam-me a porra das palavras de verificação à frente e fico pronta para me auto-inscrever na educação especial.

Muitas vezes, nem à segunda consigo acertar com aqueles caracteres manhosos em fundo riscado, desfocado ou o raioqueoparta . É bruxedo, claramente.

Quem é que no seu perfeito juízo decifra essa merda?

Coisas que na minha casa são perfeitamente normais #1

1 - Colheres no lixo;
2 - Embalagens vazias de iogurte no lava loiças;
3 - Pacotes de batatas fritas no frigorífico;
4 - Tentativas de fazer café, sem colocar café na máquina;
5 - Pacotes de leite no microondas.

E são coisas assim que me fazem ter a certeza que não fui adoptada.